As mudanças físicas nos seres humanos é algo natural com o passar dos anos e o ritmo de envelhecimento depende da carga genética do indivíduo e da sua rotina. A forma como cada um conduz o seu dia a dia pesa mais do que os genes. Logo, as escolhas que cada ser humano é um dos fatores mais importantes quanto ao envelhecimento e o aumento da imunidade.

A trinca: estilo de vida, prática esportiva e alimentação é o fio condutor para uma vida mais tranquila. Parece simples, porém quando praticamos exercícios ou queremos nos alimentar melhor surgem dúvidas.

Pensando nisso, o especialista e diretor de comunicação da Sterilair, Felipe Prado dá 5 dicas de hábitos simples para as mulheres adotarem e melhorarem a sua imunidade:

1. Durma 8 horas por noite e tenha um esterilizador no quarto

Dormir pouco é um dos principais vilões para a queda da imunidade. Quando começamos a envelhecer precisamos de mais energia para desempenhar funções básicas do dia a dia. Logo, dormir repõe essa energia. Além disso, é importante ter um esterilizador no cômodo, pois os idosos tendem a ter uma queda da imunidade onde uma simples gripe pode evoluir para uma pneumonia. A prevenção ainda é o melhor remédio!

2. Consuma castanha do pará, tomate, melancia, entre outros ( Poderosos antioxidantes)

Não é apenas a sua pele que vai agradecer o consumo desses alimentos. O seu metabolismo melhora e a sua aparência só tem a ganhar. Isso porque uma má alimentação acarreta a oxidação celular levando a desidratação e o enrugamento da pele. Esses alimentos possuem componentes que os classificam como antioxidantes orais e impedem esse processo de oxidação. Para facilitar a vida e ter sempre em mão esses alimentos, utilize uma bolsa térmica para marmita.

3. Pratique exercício físico (Atenção aos sapatos, frequência e ambientação)

É importante a prática de exercício e/ou esportiva, mas a observação de alguns pontos é o que faz a diferença para o exercício ser benéfico:

– Vestuário: as roupas devem ser leves e os sapatos confortáveis para não ocorrer quedas. Devem ter uma sola lisa, que não escorregue;

– Comece devagar e consulte um médico antes de iniciar qualquer atividade física;

– Conheça o local em que vai realizar a atividade para evitar quedas;

– Sempre faça os exercícios de aquecimento para evitar lesões.

4. Faça terapia

O ditado: mente sã, corpo sã é muito real. Aumentar a imunidade está ligado a hábitos alimentares e também mentais. Muitas doenças são sintomáticas, isto é são desencadeadas devido ao estresse e falta de conhecimento de si próprio. Procure a melhor linha terapêutica, a que mais tem haver com você, e amplie os seus horizontes mentais. Faça terapia!

5. Exercite o seu cérebro

É normal com o passar dos anos esquecermos alguns episódios da nossa vida. As alterações da memórias é algo natural. Entretanto, há algumas atividades que diminuem essa tendência: leia, escreva, converse, faça palavras cruzadas, aprenda um novo idioma, entre outras coisas. O importante é manter a mente ativa.

Comentários

Comentários