Na noite desta quinta (28/06/2018) fui ao evento da Andalan conhecer melhor o DIU de Cobre e tirar todas as minhas dúvidas com a Dr. Camila Prestes, Ginecologista especializada no equilíbrio hormonal e saúde integrada da mulher. Reuni todas as questões que possam surgir sobre esse dispositivo no post de hoje, confira:

O QUE É O DIU DE COBRE?

O Diu é um dispositivo intrauterino, pequeno e de plástio revestido de cobre, que pode ser encontrado em formatos como o “T”, “ômega” ou “Y”. E a indicação para cada um dependerá da medida da cavidade uterina de cada mulher.

QUEM PODE USAR?

Todas as mulheres que buscam um método contraceptivo livre de hormônios, de longa duração, prático e seguro. E pode ser usado na fase da adolescência até a menopausa.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO DIU?

O método possibilita que o corpo produza os próprios hormônios, não causa infecções, tem longa duração, baixíssimo índice de falhas, eficácia de 99,4% e conta com a praticidade de não se preocupar em tomar a pílula diariamente. Além de não interferir na lactação e pode ser removido a qualquer momento.

O DIU DE COBRE É EFICAZ?

O DIU de cobre é um dos métodos mais eficazes, uma vez que não depende que a mulher lembre-se dele diariamente, ou com tanta frequência. Sua taxa de falha é menor que 1%.

NÃO TENHO FILHOS, POSSO USAR O DIU DE COBRE?

Mulheres que nunca engravidaram não tem contraindicações ao uso do DIU. Ele também é indicado para uso em adolescente por se tratar de um método contraceptivo de longo prazo reversível.

DÓI PARA COLOCAR?

A quantidade de desconforto que uma paciente sente durante a inserção vai variar de acordo com a habilidade de quem está inserindo e da própria tolerância e expectativas da paciente. Não há necessidade de internação hospitalar ou qualquer tipo de anestesia.

QUANDO O DIU COMEÇA A FAZER EFEITO?

O DIU tem efeito cotraceptivo a partir do momento da sua inserção.

O DIU DE COBRE É ABORTIVO?

O mecanismo e ação que confere a eficácia contraceptiva mostra que o DIU não funciona impedindo a iplantação do óvulo, portanto, não é abortivo.

O DIU ATRAPALHA NA RELAÇÃO SEXUAL?

O DIU tem um fio bem fino que auxilia a retirada, mas este componente não atrapalha a penetração e nem a sensação de prazer da mulher.

DEVO COLOCAR O DIU NO PERÍODO MENSTRUAL?

A colocoação do DIU é recomendada no período menstrual, mas não é obrigatória. Na verdade, muitas vezes se opta por colocar o DIU na menstruação para ter certeza de que a mulher não está grávida. Desse modo, tendo a certeza da ausência da gravidez, o DIU pode ser colocado fora da menstruação.

QUEM TEM DST NÃO PODE USAR O DIU?

É necessário que a doença sexualmente transmissível seja curada antes da inserção do DIU, caso contrário aumentam as chances da inflamação se propagar.

O DIU PODE ALTERAR A MENSTRUAÇÃO?

O DIU tem a alteração no ciclo menstrual como um dos principais efeitoss colateris, porém com o tempo essas alterações tendem a regredir e passam a ser bem toleradas.

O DIU CAUSA INFERTILIDADE?

Após a retirada do DIU, as taxas de fertilidade são as mesmas observadas entre mulheres que nunca usaram.

O DIU INTERFERE NA LIBIDO E NA PELE?

Por ser um método não hormonal, não há nenhuma interferência na libido ou na pele.

A ADAPTAÇÃO PODE DEMORAR?

O tempo de adaptação gira em torno de 3 a 6 meses.

O DIU DÁ CÓLICAS?

O cobre pode aumentar um pouco a cólica em algumas mulheres, mas a maioria não sente nada.

QUANTO TEMPO DURA O DIU?

A Andalan possui modelos de DIU de Cobre com duração de 3, 5 e 10 anos. Confira as opções da marca:

LINHAS DIPONIVÉIS (Aqui)  / LOJA VIRTUAL (Aqui)

Agora que já conhece melhor o DIU de Cobre, se interessou? Então é hora de consultar a sua ginecologistae e saber se esse método é adequado aos seus hábitos, histórico de saúde e suas preferências.

Comentários

Comentários